Salão de Festas - Baile de Inverno

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Elizabeth H. Völker Lewis em Sex Mar 01, 2013 11:05 am

Relembrando a primeira mensagem :


Salão de Festas

    O Salão foi redecorado especialmente para este baile com a ajuda dos diretores e professores de Hogwarts. Esta muito bem iluminado com pequenas velas suspensas que estão próximas do teto. O teto dá um toque de inverno com um céu estrelado e nublado ao mesmo tempo. Flocos de neve artificiais caem por todo o salão. No canto direito do salão de festas tem um pequeno palco para que as bandas se apresentem, e no final do baile quem quiser se ariscar em alguma musica poderá se soltar e cantar do jeito que quiser. A esquerda estão os comes e bebes, ponches, cerveja amanteigada, tortinhas de abóbora, flores de lótus e tudo que os excepcionais bruxos de Hogwarts tem direito. No final do salão estão as mesas que ficam devidamente marcadas. No meio de todo o salão está a pista de dança que fica sempre iluminada pelo enorme globo de prata que faz com que o salão todo fique sempre colorido.






avatar
Elizabeth H. Völker Lewis
Administradores
 Administradores

$ Galeões : 21742
Mensagens : 314
Data de inscrição : 08/05/2012
Idade : 27

Perfil Bruxo
Varinha: Faia, 26 cm, núcleo de cabelo de veela
Curso:
Semestre:

Ver perfil do usuário http://institutovolker.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Sab Mar 02, 2013 11:01 pm

668 WORDS
EDGAR
clouts: BASIC
place: SALÃO DE FESTA
NOTES: DIVERTIDA LOLA!
Por sorte a resposta de Edgar havia sido positiva a ela. Sua dança não era a das melhores, mas pelo menos no quesito criatividade ela ganharia de muitas alunas ali. Sua jovialidade não se esvaiu mesmo depois de ter tido quatro lindas filhas com o seu ex-namorado de escola, Alex. Apesar de saber de sua lábia fajuta, não resistira a seus encantos e gostara realmente dele, acabando por submeter-se a seus joguinhos por um tempo razoável. Quando deu por si estava ali como diretora da escola, casada com um de seus amigos, também membro da ordem, e em paz com as decisões que havia tomado durante seu caminho. Sorriu com o elogio e deu uma piscadela descomprometida em tom divertido para seu acompanhante. Ele parecia realmente ter gostado de seu trabalho na decoração e afins... As musicas rolavam soltas, deixando o ar completamente descontraído e dançante. Lola balançava seu corpo ainda assentada e bebericando de leve sua cerveja amanteigada. – Sim, muitas vezes eu acabo decidindo pelo salto não por ser confortável, mas por me deixar mais elegante, e é claro mais alta. – riu rapidamente e continuou – Sabe como é... Sempre tive esses pequenos probleminhas com minha altura. Não que eu seja muito baixa, mas eu gosto de ganhar alguns centímetros nas festas. – deixou seu copo em cima da mesa, e voltou a massagear um de seus pés. Com a outra mão segurava seus delicados saltos, na cor azul marinho para combinar com a fantasia de aeromoça. Ao longe observou que uma das colunistas do profeta acabara de adentrar o salão. Sorriu para ela e deu um breve aceno. Não conteve a ansiedade, estava a imaginar o que ela estaria pensando de sua festa. Queria receber comentários positivos, por isso havia se esforçado tanto para a ocasião. Dispersou esses pensamentos que não lhe levariam a nada e voltou sua atenção para Edgar, que acabara de acalma-la com aqueles dizeres... “Sinceramente, de todos os bailes que eu já vi, esse é o mais perfeito, está de parabéns diretora”. Deu um suspiro de alivio e relaxou-se na mesma hora. – Muito obrigada. Dei muito duro, mas o melhor é poder aproveitar tudo junto com meus queridos alunos, amigos, e colegas de trabalho. Espero que os colunistas do profeta achem o mesmo que você. Bem, minha vida anda muito movimentada não é... Ser diretora. Nunca imaginaria isso acontecendo na minha vida “pacata” dos últimos tempos. Vai ser bom ver minhas filhas crescerem estudando aqui, e dirigir a escola que me ensinou tanto. Espero não fazer nada de errado e mudar a escola para melhor. Acho que tive um ótimo começo quebrando as barreiras e vindo da forma como estou vestida. E você, o que me conta de novo Edgar?– estava falante novamente, coisa que a tempos não acontecia por seus demasiados afazeres que lhe deixavam completamente sem tempo para uma boa conversa. Quando menos esperavam, uma musica antiga da época de seus antigos baile incendeia a pista de dança. No mesmo instante os dois se entreolham e dão um sorriso, como se estivessem lembrando de algo ocorrido no passado. Quando Lolavie menos esperava, estava sendo carregada para a pista descalça... – Mas, mas e meu salto!? – tentou dizer antes que se distanciassem da mesa, mas deixou pra lá e se jogou na dança. Aquela musica era tão perfeita. Lembrava completamente sua adolescência. Fechou seus olhos e curtiu aquela vibração boa, como nunca havia curtido. Se aproximou de Edgar e começou a tagarelar. – Ei, essa musica lembra muita a época de escola não? Lembro-me bem que nosso grupinho adorava dançar, mesmo não sendo um costume muito sonserino. Bons tempos aqueles. Ela te lembra algo em especial? – perguntou enquanto ajeitava uma mecha do cabelo que caíra sobre seus lábios. Olhou para um dos lados e avistou alguns docentes, acenou para eles e voltou seus olhares novamente para Edgar, que estava lhe respondendo, porém sem sucesso pois a musica estava alta. Aproximou-se mais um pouco e por fim escutava-lhe novamente.
DESTINY
CREDITS @


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 7:51 am




Baile de Inverno

When you're too in love to let it go


Como dizia o ditado a esperança é a última que morre. Permanecia bebendo e observando o Salão, resmunguei ao ver que os outros alunos chegavam com seus pares e o meu par lindo e maravilhoso ainda não tinha dado as caras por lá. Flocos de neve enfeitavam o lugar, mas não chegavam a tocar o chão e tampouco a esfriar o ambiente. Apoio-me no balcão dando o último gole na bebida e batendo com o copo sobre a madeira. Quando, então, sinto alguém se aproximar de mim e sussurrar touchê no meu ouvi. Me viro de pronto e deixo que um sorriso tome conta do meu rosto. Então, ele finalmente havia chego. A sensação era como se ele nunca tivesse se atrasado e estivesse me carregado o tempo todo até ali. Passo meus braços pelo seu pescoço ficando um pouco pendurada e retribuindo o beijo que ele vinha me dar. Lhe dou um sorriso doce enquanto encaro seus olhos escuros: – Estava preocupada, achei que podia ter se perdido – finalizo num tom de brincadeira e mordo meu lábio inferior dando uma piscadinha segurando a gargalhada que estava em minha garganta. Recuo um pouco observando sua fantasia, estava encantador, um pouco engraçado vê-lo vestido daquele modo. Por um momento cheguei a pensar que ele viria sem fantasia alguma. Mas o que se sobressaía na fantasia era uma pena gigante de pavão e meu questionamento interior era da onde ele havia tirado aquela pena enorme, mas me ative apenas ao cometário: – Bela pena – e me aproximei dele novamente beijando-o. Estava apaixonada, completamente, por ele e tinha medo que meu irmão irritante aparecesse durante o baile e pudesse estragar tudo. Olho para os lados sutilmente fazendo uma revisão do baile e vejo que a cada momento entravam mais pessoas para dançar com suas fantasias elegantes e criativas.
Day: Let’s dance in the party. Place: Salão de Festas With: Sebastian *-* Humor: TranquilaClothing: Fantasia
credits @


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 8:46 am



So cute


Por um momento achei que ela iria me dar um olhar sério por ter me atrasado, mas ao invés disso me presenteou com seu sorriso doce. "Me perder não... mas poderia ter perdido alguma parte do corpo", digo em pensamento. Amava a voz dela, era calma e bela, perfeita. - É meio difícil me perder com toda essas luzes e arranjos, creio que dá para ver esse salão do mundo trouxa. - digo olhando para a decoração do local. A decoração estava divina, não esperava menos da diretora, ela sempre fora tão atualizada nessas coisas, diferente de mim, que passava o dia todo lendo sobre coisas antigas. Ela havia reparado a pena, mas nem cegos deixariam ela passar. Fico meio sem jeito com aquilo, com certeza estava ridícula, olho pro chão por alguns instantes - Ah... decidi usar ela para combinar com seus... olhos. - mas que diabos de coisa sem noção eu tinha falado? A minha sorte, era que ela era a pessoa mais compreensível que já conheci, e se não fosse por isso... não consigo nem me imaginar sem ela. Tinha certeza que independente de minhas burradas, éramos apaixonados um pelo outro, e isso era o motivo principal para eu querer mudar algumas de minhas atitudes. Percebo que ela olhava para os lados, como se procurasse alguém, talvez alguém da família, já que haviam mais Kauffman e Vondervoort do que qualquer outra família nessa escola.
Começava a tocar uma música conhecida e a pego pelo braço, puxando-a até o centro do salão. - Vamos dançar um pouco. - digo a olhando nos olhos. Ela simplesmente me fascinava e me cativava. Às vezes eu tinha vontade de me expressar, mas não sabia como, então eu simplesmente cantava. - I can't skip my eyes of you...


Template feito por Zafrina - TPO

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 2:34 pm

Let's Party
Chegada ao baile, post #001, Sozinha, Vestindo isso, misteriosa
O
vento gelado já não me incomodava. Por conta de alguns imprevistos, este seria meu primeiro dia em Hogwarts. Sabia do baile, então tratei de já ir com a fantasia. Meu baú já havia sido encaminhado até o meu dormitório. Mesmo coberta por uma grossa capa de veludo, ainda conseguia sentir o frio da neve passando pelos cantos de minha sandália. Ok, vir de fantasia não foi uma ideia nem um pouco genial. Apressei meu passo e logo já estava do lado de dentro do castelo.
Alunos desciam as escadas correndo na direção do salão de baile. Alguns me lançavam alguns olhares assustados, mas tentavam não aparentar curiosos. "Até parecem que nunca viram uma garota com uma capa preta e um elmo dourado!" Pensei brincando comigo mesma. Dentre as poucas coisas, que eu apreciava dos trouxas, mitos estava logo depois do computador. Os meus favoritos eram os da Mitologia grega, e foi dai que eu tirei a ideia da minha fantasia. Retirei a capa mostrando para todos o brilho que irradiava da minha roupa. Uma roupa totalmente baseada na deusa grega, da sabedoria em combate, Atena. Segurava, em minha mão esquerda, uma lança tão dourada quanto o resto do meu traje.
Ergui minha capa pesada, preta e sem graça. E bastou sacudi-la para que se transformasse em uma bela e chamativa capa dourada, que completava minha fantasia. Minha varinha estava presa, num compartimento, dentro de meu bracelete direito.
Respirei fundo, arrumei um fio de cabelo, que tentava escapar de meu elmo, e adentrei o salão de baile. O lugar estava muito bem decorado, haviam pessoas dançando e outras perto das mesas. Sorri enquanto analisava cada uma das fantasias. A diretora havia feito um ótimo trabalho e os convidados tiveram muita criatividade ao criar suas fantasias. Entretanto, tenho de ser sincera ao dizer que não encontrei fantasia alguma melhor que a minha.
Continuei andando pelo salão, com postura confiante paços calmos a procura de alguém para conversar.

Notes: By Loony para GL



Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 3:42 pm

It's a Party. Why so Serious!?
Seus dedos tacavam de vele meu rosto, com dificuldade tentava refazer os traços que um dia estavam perfeitos, ou quase, agora provavelmente não passava de uma mistura desconexa de cores e formas que pendiam para uma definição mais arbitrária e um tanto quanto abstrata de uma boca derretida. Já estávamos bem próximos quando ela resolveu ajeitar um pouco meu rosto maquiado, e foi quando percebi, outra vez, a garota que eu tinha encontrado dias antes do evento, a mesma chata, irritante e completamente ignorante, mas, com a beleza alva, e perfeita, sorriso marcado e olhos inebriantes, ainda chata, mais vestida como gostosa, qualquer um se esquecia de qualquer chatice seja ela do tamanho que for.

Sorriamos ao seguir o movimento os sons da musica, a agitação, os corpos se tocavam com freqüência era difícil evitar em um momento como aquele onde tudo era possível, onde talvez, as experiências se elevassem a um patamar novo e repleto de uma curiosidade atrativa. Alguns comentário surgiam e com isso os sorrisos gargalhadas, ondas de divertimento entre nós, a excitação era impossível de ser contida, passávamos de um momento simplesmente atrativo para algo mais carnal e divertido.
_ Na verdade, não queria ter vindo... Mais agora, parece ter sido uma boa idéia...

Mantinha o olhar firme em seus grandes olhos verdes escuros, com as lindas manchas mais claras que me encantaram desde o primeiro momento, não poderia sustentar a pista de dança a noite toda, afinal, estava a procura de algo mais, e tê-la encontrado foi um tanto quanto oportuno. Toquei suas mãos, as segurei com uma certa firmeza, um olhar provavelmente transportou o desejo de encontrar um local menos tumultuado, mais tranqüilo, mais intimo.
_Me segue...

Aos pouco, desviando de um ou outro, saímos da pista de dança, dando as voltas pelo salão animado, passei ainda por meu irmão, como uma forma de exibir um troféu perfeito, uma espécie de rivalidade entre irmãos, um olhar sacana, e segui o caminho até um local menos barulhento. A musica ainda era alta, entretanto estava silencioso o bastante para escutar nossas próprias respirações, e talvez, até mesmo as palpitações cardíacas um do outro. Me aproximei devagar, sorri antes de tocá-la, imaginei a maquiagem do meu rosto se espalhando por sua boca macia...
_Espero que não se importe de ter o rosto manchado – O sorriso sarcástico escrito em meus lábios se misturou a uma investida silenciosa, e firme, logo a beijava , movimentos calorosos e ainda assim delicados, despejando ali o que havia experimentado durante a dança, só que agora, podia toca-lá.


TAGS; ALGUÉM. PLACE; LUGAR. VESTINDO; -azdUxyjCnM/s1600/vampiro-ian-somerhalder.jpg COM; A loura Histérica --'. EM; Orfanato; Sim o "refugio" é um orfanato.
CREDITS ‹›


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 5:34 pm

Can you feel? What? The Infinite...

Loshi encontrava-se um pouco desanimada nos últimos dias no castelo. Talvez fosse uma pontada de saudade de Jon, um lindo corvino que não esperava ter conhecido, porém, o destino juntou à ela. Sorriu olhando-se no espelho, tentando disfarçar o mal humor pre-baile. Não era muito de festas, então não se encontrava ansiosa como a maioria dos alunos e docentes. Apenas iria, e então beberia até falar chega, cantaria até o final da noite e pronto, fim de baile para a loira de cabelos longos. Foi o fato de poder cantar que a deixou um pouco mais animada para tal evento. Afinal, iria sem seu tão esperado par. Contudo, teria a companhia de sua irmã gêmea, Cher. Uma tinha a outra, e era só o que importava naquele baile. Abriu seu baú e retirou de lá sua melhor fantasia: mulher gato. Era sensual e malvada ao mesmo tempo, ao melhor estilo Loshi de ser. A roupa era colada do pescoço aos pés e com uma linda mascara que deixava seus olhos e sua boca como o centro das atenções. Na cor preta algumas tachinhas contrastavam com o modelo. A maquiagem estava diferente está noite... o preto dos olhos não era mais a atenção, e sim a boca completamente vermelha e chamativa. Adentrou o salão e logo todos se viraram para vê-la. Para quem não queria estar ali, estava muito bem ornamentada com sua fantasia. A decoração estava brilhante, os flocos de neve eram o ponto alto a seu ver. Foi em direção a mesa de comidas e retirou de lá alguns petiscos. Debruçou em uma mesa enquanto esperava sua irmã. Um garçom passou a sua frente trazendo alguns copos de whisky de fogo, então se serviu com um deles e logo virou-o colocando o recipiente vazio sobre a mesa e esperando que o garçom passasse ali outra vez. Seus olhares estavam sobre o palco, que seria o ponto épico de seu primeiro baile, quando sentiu uma pontada nas costas. Era Cher, sem duvidas. - Olá querida irmã. Aposto que não foi difícil me achar, já que sou o ponto alto deste baile! Mas vejamos, você também está muito bem hahaha.


Thanks Lari @ CG

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 6:23 pm


Pela estrada fora eu vou bem sozinha

Todos que me conheciam compreenderiam a minha falta de interesse em um baile. Anteriormente havia combinado de ir com Lufano ao baile, mas como já previa nosso desentendimento convidei minha querida irmã, Loshi, para me acompanhar ao baile. Afinal, ela tinha o Jon como companhia, porém ambas sabíamos que ele não poderia ir e eu como eu já não estava satisfeita com meu par uni o útil ao agradável. Nós éramos gêmeas idênticas e seria extrema sacanagem se nos vestíssemos com a mesma fantasia. Não queria nada muito enfeitado. Coloquei um espartilho vermelho com preto e por cima uma capa vermelha cor de sangue comprida. Os cabelos louros estavam descendo pelo corpo e uma bota de cano alto preta chegava até os joelhos. Passei um batom bem vermelho e me olhei no espelho “vermelho demais” disse abrindo um sorriso e descendo a mão pelo corpo, alisando-o. Respirei fundo e lamentei profundamente o fato dos comensais não poderem ir, seria tão divertido. Ainda mais porque Bryan poderia ir e... Bem, era algo que eu não esperava que fosse para frente. Mas ele mexia comigo, digamos que profundamente. Mordi meu lábio inferior e subi as escadas indo para o Salão principal. A capa arrastava pelos corredores e o som do salto alto batendo no chão ecoava pelos cantos. Não fazia questão de olhar para os outros alunos e tampouco sorrir para eles. Me importava mesmo em encontrar a minha irmãzinha e me divertir MUITO com ela. Adentrei o salão e retirei o capuz que escondia meu rosto, a decoração estava básica, porém aconchegante e agradável. A pista de dança estava lotada e o globo girava sem parar. Olhei para todos os lados e vi uma mulher gata de olhos verdes e lábios vermelhos carnudos, corpo cinturado e pernas longas. Andei sorrateiramente até ela sem que ela pudesse me notar, bebia um whisky de fogo e fiquei revoltada dela não estar com dois, um para mim, é claro. Cutuquei suas costas e dei uma risada maliciosa. Sua alto estima e modéstia eram o que mais me impressionavam: – Realmente não foi difícil de te encontrar e posso afirmar que você está chamando muita atenção. – O garçom que andava com as bebidas se aproximou novamente de nós e eu puxei dois copos da bandeja entregando um à ela e bebendo todo o conteúdo do copo. Aproximei meu rosto do ouvido dela e sussurrei: – Pobre Jon – gargalhei agarrando o braço dela e puxando-a para a pista de dança: – Vem! Vamos dançar até o sol raiar! – empurrava quem estava atrapalhando nossa passagem e entrava no meio da pista, olhei para trás e notei que Sebastian estava com Ariella. Acenei para os dois e reparei, também, que a Diretora estava acompanhada de alguém que não era seu marido e usava uma fantasia extremamente provocante. Sou trazida de volta a realidade com o início de uma nova música. Levantei as mãos para o alto e comecei a dançar rebolando até o chão.

♦ The White Swan ♦ @ CG

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 6:29 pm

ESTE POST É O NÚMERO 003 QUE EU REALIZO COM O PERSONAGEM MEI AYANE e CONTÉM MUITAS PALAVRAS. AS PESSOAS CITADAS AO DECORRER DA AÇÃO SÃO ALUNOS DE HOGWARTS E PROFESSORES E KANE-KUN. ELA SE PASSA EM HOGWARTS, em PRIMEIRO DE MARÇO . MEI. EU GOSTARIA DE ACRESCENTAR QUE QUE NÃO ME RESPONSABILIZO POR DANOS CAUSADOS A DECORAÇÃO DA FESTA E NEM AO MEU ACOMPANHANTE
FESTA A FANTASIA
Mei estava em pé, já pensando que havia sido abandonada na festa quando escuta uma voz em seu ouvido. Mei salta com o susto e olha para o homem que estava ao seu lado. Este vestia uma capa negra e uma máscara de corvo. Se não fosse pelos olhos, olhos que Mei conhecia tão bem, ela jamais o teria reconhecido. Mei sorri, Kane ficava muito mais misterioso com aquela fantasia, muito mais intrigante. Como se ele fosse uma daqueles vilões das histórias de suspense. Mei cora pelo elogio dele, mas se aproxima dele. Inclina a cabeça pro lado e diz sorrindo:

- Você também não ficou nada mal. Essa fantasia lhe caiu perfeitamente Kane-kun. – Mei estica sua mão direita e toca a ponta do nariz mascarada de Kane com o dedo. Não sabia de onde vinha toda essa corajem, mas Mei aproveitaria enquanto ainda a estivesse. Estendendo a mão para que Kane a segurasse, Mei diz:

- Então, vamos Kane-kun?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 7:29 pm

You can be anything you want, don't stop believing ...



Terminando de colocar meu chapéu me olhei no espelho. - Chapeleiro Maluco está atrasado. Falei comigo mesmo enquanto olhava no meu relógio de pulso. Eu havia combinado de ir a festa com Cher, um sonserina, é eu sei que é meio estranho, mas não queria ir ao baile sozinho.
Dou uma última arrumada em meu chapéu e saio da minha comunal, indo direto ao Salão de Festas, como sempre dando passos longos. Após alguns esbarrões finalmente eu estava presente à festa/baile. Coro ao entrar, algumas pessoas ficaram me olhando, creio eu pensando “ Atrasadinho”. Vou até um garçom e pego uma taça de champagne. O som já estava no volume máximo e o globo girando sem parar, havia muitas pessoas dançando ali no centro e eu não conseguia identificar Cher, caminho um pouco mais para o centro do salão até avistar a garota, seus cabelos loiros eram inconfundíveis. Chego até ela e coloco minha mãe em seu ombro. - Heey! –Levo minha taça e dou um gole da bebida.
template by: MM's GIRL on Tdn!


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Dom Mar 03, 2013 9:09 pm

LOU ✿ MEDIEVAL

11 anos / estudante de hogwarts / baile de inverno / festa a fantasia

A noite chegara e assim também a grande e tão esperada festa a fantasia. Lou estava feliz de não ter encontrado um par, não estava com paciência para ter que aguentar um cara em seu calcanhar a falar toda hora o quanto ela era bonita. Lou já sabia disso e não precisava que ninguém ficasse repetindo isso para ela. Mas confessa que ficou balançada em convidar um garoto lufano. Ele era lindo e interessante, agora ela vê que foi melhor não irem juntos. Era um perigo ela achar alguém interessante e por isso a melhor coisa a acontecer foi de ela ir sozinha ao baile.
Lou veste-se com um vestido que encontrara na Madame Malkin quando fora comprar seu uniforme. Era um vestido datado da época medieval e possuía um preço exorbitante. Mas ela achara fascinante como aquele tecido durara tanto tempo e estava tão conservado que acabara comprando. Foi uma coincidência ela chegar em Hogwarts e descobrir que o baile de inverno seria a fantasia.
Cacheia seus longos cabelos e faz duas finas tranças. Prende-as envolta se sua cabeça e depois aplica uma leve maquiagem em seus olhos e lábios. Olha-se no espelho e sorri. Parecia que ela havia sido feita para ter vivido na época medieval de tão bela que havia ficado. Faz uma volta completa em si mesmo e dá uma gargalhada. O vestido era magnífico.

No saguão de entrada só havia algumas pessoas restantes. Sorriu para um garoto encapuzado e uma Oriental vestida de coelha. Faziam belo casal e casais lhe davam náuseas. Mas tinha que fingir, tinha que ser simpática e por isso os cumprimenta.
Entra no grande e decorado salão de festas. Já haviam vários casais dançando. Grandes idiotas apaixonados. Lou vai até um garçom e pega uma das meninas sem nem ao menos olhar o que era e toma em um som gole. Pela queimação na garganta, soube que era Whisky de Fogo. Se senta em uma cadeira e observa as pessoas a dançar. Cruza as pernas e pensa: O que diabos ela fazia ali?

JESS

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 12:40 pm

{ Life is short, }
No wealth no land no silver or gold. Nothin satisfies my but your soul

Lua Cheia em Hogwarts, noite, Floresta Proibida,


-falas

Minha fantasia estava parada ao lado de minha cama, eu estava sentado olhando para aquele monte de idiotas se arrumando e conversando sobre coisas fúteis. Minha vontade de comparecer naquela festa era quase nula, ou melhor, era nula com cem por cento de certeza, me incomodava à ideia de ter que dividir espaço com muita gente, ainda se tratando de um bando de monte de merda de trasgo.

Esperei que todos fossem para o tal baile e eu pudesse então ter um tempo de paz, sem ter aquele falatório maldito me atrapalhando, segui até um dos banheiros, me despi e me banhei. Demorei menos do que eu realmente queria, em minha cabeça eu poderia ficar ali até o baile terminar, apenas relaxando e só depois me preocupar em aguentar os alunos comentando sobre o baile, mas não, eu teria que ir não é?

Coloquei a fantasia sobre a cama e a fitei, realmente estava boa demais para ser verdade! Esse era o único motivo pelo qual me fazia querer ir ao baile, meu pai havia caprichado na encomenda da fantasia. Comecei a vestir as peças douradas da armadura, sim uma armadura! Olhei-me no espelho e gostei do que vi, a fantasia do deus Ares.

Eu sempre gostei da história de ares o grande deus da guerra, e por que não dizer que às vezes eu até o reverenciava?! Minha família me conhecia como o chato, egocêntrico e narcisista Ryan, e também me conheciam como aquele que adora por lenha na fogueira e criar verdadeiras guerras com os primos, me identifico com Ares, às vezes até queria poder ser ele.

Arrumei meu cabelo e coloquei o elmo na cabeça, meio exagerado, mas valeria a pena. Caminhei até o salão onde o baile estaria acontecendo e o adentrei, minha única pedida é que ninguém de minha família viesse até mim, eu não iria suportar ter que enfrentar uma longa noite com algumas pessoas, mas não eram todas ainda, algumas de minhas primas ainda se salvavam, mas no geral era tudo muito trágico ter que aturá-las.

Passei os olhos pelas pessoas ali, fantasias ridículas assim por dizer e então vi minha prima Pandora, ela estava vestida de Atena? Merlin! This is Really? Caminhei até ela com o mesmo tom de seriedade que eu obtinha na maioria do tempo. –Atena? Sério?- disse em tom de chacota, Pandora era uma das únicas que conversavam comigo, uma das únicas que viam meu sorriso, eu acho – Panda, ficou muito bem de Atena- dei um sorriso ensaiado – Esta sozinha?- levantei uma sobrancelha e fiz uma cara de duvida, era realmente difícil ver uma kauffman sozinha, existe um certo poder estranho nos kauffman.

hoje estou vestindo ARES, NPC's, panda \o/, me inspirei para este post com a musica Fairy Tale by Shaman e agradeço a titia the fox!do oops! e o Tio LEO pelo template.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 3:15 pm




Baile de Inverno

When you're too in love to let it go


Eu não conseguia tirar o sorriso do rosto, perto dele era impossível ficar mal ou triste. Não sabia explicar, sei que ele me fazia bem e ficar perto dele era o que eu mais queria. Dou uma risada quando ele fala que era difícil de ter se perdido, mas uma voz da tpm gritava dentro de mim “então porque se atrasou?!” Acompanho seu olhar para a decoração, mais uma vez. Um floco de neve atingiu meu braço e fez com que minha pele ficasse levemente arrepiada. Ele pareceu um pouco surpreso ao ver que eu notei a pena, porém quem não repararia? Era uma pena de pavão num chapéu... Então, como se não bastasse as surpresas até agora ele me convida para dançar. Eu o encaro um pouco sem reação, como se fosse o tempo necessário para cair a ficha de que iríamos dançar no meio do salão. Eu sequer havia prestado atenção na letra da música até ele cantar. A sensação que tive foi como se meu corpo tivesse sido congelado momentaneamente, porque eu simplesmente amava aquela música e a letra dela era simplesmente perfeita. Ele me conduziu até o salão e passou suas mãos pela minha cintura, enquanto eu entrelaçava os braços sobre seu pescoço: – Não sabia que você dançava – disse encarando seus olhos escuros que me lembravam de deliciosas balas de caramelo. Começamos a ir num paço para lá e outro para cá, encosto minha cabeça sobre seu ombro e fecho os olhos sentindo seu perfume. Incrível como seu cheiro ainda ocasionava borboletas no meu estomago, que bobagem, já fazia algum tempo que estávamos juntos e ele estava me transformando numa romântica. Que terrível mudar meu final! Eu que esperava ser uma velha, rabugenta, criadora de quinhentos gatos, com roupas que cheiravam mofo e livros velhos na estante de casa, que a noite ligava sua radio para ouvir as novelas passarem. Quando a música corre e chega à minha parte favorita eu aproximo meus lábios do ouvido dele e num sussurro quase inaudível: - and I don't why I can't keep my eyes off of you...

Day: Let’s dance in the party. Place: Salão de Festas With: Sebastian *-* Humor: FelizClothing: Fantasia
credits @


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 5:19 pm

Fechos os olhos quando ela sussurra no meu ouvido e morde. Ela sabia que não precisava de muito esforço para me seduzir... tomo um outro gole da bebida e a fito nos olhos. - Com você... eu creio que terei oportunidade suficiente para ser as duas coisas. - termino dando uma piscada rápida. Não conhecia ela há muito tempo, mas sabia que ela não era do tipo de se envolver. Apesar de ter filhas, tinha um corpo mais do que perfeito. Apesar de ser minha chefe, eu e ela não nos atínhamos à formalidades, não fora do trabalho. Uma música começa a tocar e ponho meu copo sobre o balcão, e ponho o dela também. - Vem, vamos dançar um pouco. - digo a puxando pela mão e a levando até o meio do salão. Ponho minhas mãos em sua cintura fina e a puxo para bem próximo de mim. Começamos a dançar uma música lenta. A olho descaradamente, tinha certeza que ela já estava acostumada com isso. Tinha traços fatais, mas ao mesmo tempo suaves e delicados. Tinha olhos atentos aos detalhes, o que fazia com que eu me revisasse várias vezes antes de ir falar com ela. Desvio o olhar para as pessoas que se divertiam em volta. Cada uma com uma fantasia mais criativa que a outra, era engraçado. - Esse baile irá dar uma bela matéria... bem criativo. Os flocos de neve caíam, alguns paravam no cabelo dela, e eu os tiro com a mão. Ponho as mãos nos meus ombros e retiro a capa carmesim que fazia parte da fantasia, pondo nas costas dela e cobrindo seus ombros, mas sem esconder sua fantasia.
- Pronto, acho que essa capa irá aquecer seu corpo enquanto eu não puder. - me pergunto se os presentes ali iriam falar algo sobre nós dois, mas Nora não parecia preocupada quanto a isso. A puxo para mais perto e então sussurro no seu ouvido. - Na sua sala, depois do baile...
Já fazia algum tempo que eu queria dizer isso, mas não sabia se ela aceitaria, e nem se um baile era o melhor local para marcar isso, mas em relação a mim, também não havia planejado, sempre vivi à base do improviso, e dadas as circunstâncias, não poderia mais adiar isso.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 5:55 pm

Baile a Fantasia

Longe de mim querer provocar o rapaz que me acompanhava, mas o que eu podia fazer? A natureza sempre falava mais alto. Acho que isso era coisa de família, não dava pra explicar simplesmente. Sei que quando eu me atraia por alguém não conseguia parar e, com certeza, ele me atraía muito. Fazia pouco tempo que eu o havia contratado, ele podia ter ido ao baile apenas por interesse profissional, porém ele deveria conhecer as minhas regras. Então, essa hipótese acabava de ser descartada direto para o lixo. Aquele cabelinho loiro bagunçado, tão fatalmente feito para me atrair. Sem contar que ele possuía todos os trejeitos de cafajeste que tanto me chamavam atenção. Ele não hesitava em demonstrar quando estava te olhando ou reparando em você e eu só me questionava por que gostava tanto dessa espécie. Ele retira o copo da minha mão e me chama para dançar “mas... Meu drink?” não deu tempo para protestar, quando me dei conta estava com ele no centro do baile, suas mãos tocavam minha cintura e fizeram novamente o sorriso típico brotar nos meus lábios. Passei as mãos pelos seus braços fortes deixando a unha roçar e entrelacei os braços no pescoço dele. Os flocos de neve tocavam-nos e me deixavam com um pouco de frio, acredito que a minha pele arrepiada me denunciou e fez com que ele, gentilmente, retirasse sua capa e a colocasse em mim. De pronto senti minha bochechas rubras, há muito tempo alguém não era gentil comigo fiz uma breve reverencia e voltei para seus braços. Ele sussurra algo no meu ouvido, então. Muitas possibilidades passavam na minha cabeça e a possibilidade da minha sala era tentadora, confesso. O não, não era uma opção e o meu local de trabalho, aonde eu coordenava também não era uma opção, só me sobrando a única irredutível: – Não, no meu trabalho não. – digo com um sorriso nos lábios encarando-o nos olhos: – Mas na minha casa eu tenho uma cama muito confortável, quem sabe? – completei me aproximando dele e mordendo seu lábio inferior.
♦ The White Swan ♦ @ CG


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 6:04 pm

De certeza ela poderia ter achado que eu havia a abandonado, pois percebi o alívio que ela teve quando me viu. Percebo que ela não estava mais tão tímida quanto na Torre. Ainda bem que não tinha se incomodado com minha fantasia, não me via com outra. E então ela me convida para dançar... imagina, Kane dançando, era tão improvável quanto uma utopia, mas estava acontecendo nesse exato momento. Seguro sua mão e a levo para o centro do salão. Ponho as mãos em sua cintura, ela olhava nos meus olhos, o que me deixava meio intrigado, ninguém olhara tanto para eles. - O jeito como me olha... me deixa um pouco contra a parede, sinto como se estivesse vasculhando meus pensamentos mais íntimos...[/color] - desvio o olhar sutilmente, aquilo realmente me deixava constrangido. Estou surpreso... como uma corvina, que é tão tímida conseguia fazer isso a ele? A música que tocava era lenta, e quando percebo, estava dançando ritmado com ela. Agradecia por usar uma máscara, ou ela veria que ele estava uma confusão por dentro. - Sabe Mei... eu não sei o que você fez, mas eu tenho pensado bastante em você esses dias. - o que estava fazendo seu louco? Estava quase se declarando para uma garota que mal conhecia, o que aconteceu com o Kane? Sei lá... acho que ele mudou.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 6:06 pm

Let's Party
Chegada ao baile, post #001, Ryan/Ares, Vestindo isso, misteriosa
A
ndei de um lado para o outro no salão mas não encontrei ninguém digno de meu tempo. Estava começando a ficar entediada, mas não podia optar por fugir. Pelo menos aqui eu poderia me vestir de Atena e ninguém teria o direito, nem a coragem, de me julgar. Ou era isso que eu achava, até ouvir uma voz conhecida.
- O bruxo que tiver algo contra, que seja o primeiro à cortar um pedaço da minha capa. - Falei num tom irônico e, quando me virei, dei de cara com meu primo Ryan. Ergui uma sobrancelha e soltei uma risada ao analisar sua fantasia. - Muito obrigada, Ares. Tiro o meu elmo para sua escolha. - Ri.
De repente sua feição mudou. Parecia um misto de surpresa e desconfiança. Meu primo parecia não acreditar que eu havia vindo ao baile sozinha. Obviamente por causa da fama dos Kauffman. Soltei uma única risada irônica e dei um dois passos a direita, chegando à mesa de bebidas.
- Primeiro ano... Primeiro baile... Um caçador precisa conhecer suas opções antes de escolher sua presa. - Esperei que ele entendesse meu ponto de vista, enquanto enchia dos copos, com uma dose cada, com Whisky de fogo. - Esta noite sugiro brindarmos aos deuses ausentes. - Ergui seu copo com um sorriso sugestivo. Uma coisa que eu e meu primo tínhamos em comum era a nossa personalidade competitiva. Isto nos proporcionava várias jogos, nas reuniões de família.
Como esta noite parecia desperdiçada, porque não uma pequena competição? Tomei minha bebida sentindo o líquido arranhar e queimar minha garganta. Depois troquei alguns olhares, de Ryan para a garrafa de bebida, e sorri.

Notes: By Loony para GL


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 6:37 pm

ESTE POST É O NÚMERO 003 QUE EU REALIZO COM O PERSONAGEM MEI AYANE e CONTÉM MUITAS PALAVRAS. AS PESSOAS CITADAS AO DECORRER DA AÇÃO SÃO ALUNOS DE HOGWARTS E PROFESSORES E KANE-KUN. ELA SE PASSA EM HOGWARTS, em PRIMEIRO DE MARÇO . MEI. EU GOSTARIA DE ACRESCENTAR QUE QUE NÃO ME RESPONSABILIZO POR DANOS CAUSADOS A DECORAÇÃO DA FESTA E NEM AO MEU ACOMPANHANTE
FESTA A FANTASIA
Eles adentraram o salão de festas e alguns olharam para eles. Mei cora um pouco, mas logo deixa isso de lado ao observar a decoração do salão. Estava tudo maravilhoso, o que deixava-a emocionada. Mei aperta mais firmemente a mão de Kane e olha para a pista de dança. Havia vários casais dançando ali e uma musica suave e lenta tocava ao fundo. Mei queria aproveitar cada instante dessa noite e por isso, se virando par a Kane diz:

- Vamos dançar Kane-kun? – Christopher hesita, mas acaba cedendo quando Mei o puxa para o centro da pista.

Mei lança seu braço por sobre o pescoço dele e se aproxima um pouco o seu corpo. Seus corpos não estavam tão próximos, mas Mei sentia o seu cheiro, que era muito acolhedor. Por sobre o tecido do seu vestido, podia sentir o calor das mãos fortes de Kane em sua cintura fina. Isso causava um arrepio que vinha da ponta de seus pés até a ponta de um fio de seu cabelo. Sabia que ficaria nervosa, hesitante e envergonhada perto de Kane, mas não imaginava que o toque daquelas mãos causariam tantas sensações novas em seu corpo. Como se agora cada extensão nervosa estivesse gritando. Mei o olha nos olhos e percebe um brilho que não havia antes neles. Eles ficaram ainda mais lindos e ainda mais interessantes. Ainda olhava para os olhos dele, hipnotizada, quando ele solta a bomba. Com assim ele pensava nela? Mei, desde o encontro na torre de astronomia não parara de pensar nele e de olhar para o esboço que havia feito de seu rosto. Mas ela era Mei, a garota sonhadora e romântica vinda de Tóquio. A Asiática. Ele, pelo que ela pode pouco conhecer, era um cara que não gostava nada de conviver com as pessoas e com certeza estava achando um tédio tudo aquilo ali. Mei achava que já era um milagre ele ter a convidado para o baile e agora ele está dizendo que não parara de pensar nela? Era difícil acreditar. Mei olha-o intensamente e umedece os lábios com a ponta da língua. Sentia que seu rosto estava tão vermelho quanto um pimentão e engole em seco ao dizer:

- E...Eu também pensei bastante em você K..Kane-kun.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 6:54 pm


Pela estrada fora eu vou bem sozinha


Eu não costumava ir a bailes, mas já que eu estava lá então iria me divertir muito e sem vergonha de ser feliz. Já estava desistindo da ideia do meu par chegar ao baile, então toda minha atenção se voltava para Loshi. Aquela capa vermelha e comprida começava a me sufocar e a atrapalhar enquanto eu dançava. Uma música calma começou a tocar e alguns casais se dirigiram a pista dançando romanticamente melosamente. Abracei Loshi e comecei a dançar com ela caindo na gargalhada a cada passo em que eu tropicava na capa. Quando me afastei dela senti algo tocar no meu ombro, me viro para trás ainda rindo da situação e, para minha surpresa, vejo que era Andrew. – Olá And! – exclamei me aproximando para cumprimentá-lo com dois beijos na face. Notei, também, que ele saboreava de alguma bebida e dei uma gargalhada. Pensava que todos os lufanos eram bonzinhos e corretos, pelo visto até certo ponto eles eram. Retirei a capa que cobria meu corpo e a pendurei no braço: – Pensei que não viesse mais... – tentei explicar o motivo pelo qual eu já estava dançando na pista. Peguei em seu braço e o puxei pelos cantos esbarrando em algumas pessoas pelo caminho. Soltei a capa sobre uma mesa, um pouco mais longe do som, um local que eu pudesse ouvi-lo. Olhei-o de cima a baixo e abri um sorriso encantado – Fantasia criativa, adorei. – disse pegando uma bebida com o garçom que passava servindo.

♦ The White Swan ♦ @ CG


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 7:05 pm



Fire


"Eu também não sabia..." penso. Mas, ela era a Ariella, aquela que conseguiu transformar Sebastian em alguém sociável, e até namorável. Ela encara meus olhos, e por um momento, me sinto totalmente perdido no azul deles e não sinto mais o chão. Às vezes pensava que eu não tinha a real noção de quanto a amava. Ela encosta sua cabeça no meu ombro, fazendo com que eu sinta seu perfume e sinta um liquidificador no estômago. Aliso seu cabelo, e fecho os olhos, sentindo um arrepio quando ela canta no meu ouvido, e assim que termina, suavemente guio minha boca até a dela e a beijo, talvez da forma mais apaixonada que já havia beijado-a, ela era tudo o que eu tinha. - Te amo Ariella... mil vezes, te amo.
Então de súbito um pensamento louco invade minha mente. Faria isso mesmo? Assim, na vera? Sim... iria me jogar de vez sem olhar para trás. A solto por um instante, pedindo que fique parada. Subo em cima de uma mesa e peço um minuto da atenção de todos, que provavelmente iriam jogar algo em mim. - Eu queria um segundo da atenção de vocês para falar sobre aquela tchutchuca ali ó. - digo apontando para Ari que estava totalmente desconfiada. - Eu queria dizer que... bom, não sou muito bom com as palavras, então não esperem nada legal mas... eu queria dizer que desde quando conheci ela, eu mudei. Eu sei que ainda tenho defeitos, sei que ainda preciso melhorar muito para estar à altura dela, mas eu estou me esforçando o máximo para isso, pois não consigo mais me ver sem ela. E que se o destino me permitir, quero viver eternamente com ela, sei que isso pode soar como algo de amor adolescente, mas eu sei, porque eu sinto... - ponho a mão no peito. - Bem no fundo... que isso é real. - desço da mesa e vou até ela, a olhando nos olhos. - Luzes vão te guiar até em casa, e aquecerão seus ossos, e eu vou tentar... consertar você. - termino beijando-a, envolvendo sua cintura nos meus braços.


Template feito por Zafrina - TPO

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 7:11 pm

You can be anything you want, don't stop believing ...



Cher já estava se divertindo com sua irmã gêmea, e para minha desgraça o som tocando era calmo, sempre odiei esse tipo de música. Retribuo os beijos de Cher e logo dou um gole em minha bebida. Olho para os lados e vejo todos aqueles casais, franzo o cenho ao ver um se beijando loucamente, será que não podiam ir a outro lugar?
- Desculpe, é que tive alguns problem... –A garota me puxa pelo braço me levando a algum lugar, em alguns segundos minha mão estava toda molhada de tanto esbarrar nos outros com aquela taça na mão.
Ao chegarmos em uma mesa, Cher elogia minha fantasia. - Ahh, obrigado. –Falo olhando para minha própria fantasia, logo desvio o olhar para Cher. - A sua também não está nada mal. – Dou algumas risadas.
Me sento à mesa colocando minha taça sobre a mesma. – Então... Tudo bom? –Pergunto a garota.
template by: MM's GIRL on Tdn!


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 9:08 pm









POST:One
Where:- Baile in Hogwarts
Tagged: - Nobody
Tanks @






Captain Hook Ξ
In search of neverland


O baile havia começado, não estava tão animado com tal confraternização por não curti muito esses tipos de eventos, porém ficar muito tempo em Mungus não iria ajudar também, os leitos estavam praticamente quase todos vazios, então tinha como poder distrair um pouco, passava em seus aposentos e pegava sua fantasia, tinha comprado para se precaver caso fosse e não tinha dado outra, suas vestimentas eram pretas com alguns detalhes em dourado, um gancho que por final fechava toda a sua fantasia. Capitão Gancho.

O salão de festas era enorme, a decoração como sempre impecável, o Gancho apenas adentrava ao local de forma majestosa, estava encorporado no personagem, era engraçado para ele estar daquela forma, fantasias magníficas estavam marcando presença era bonito de ver.
Indo em direção até a mesa de bebida o mesmo pegava um corpo de ponche, não gostava muito de querer pegar pesado com si mesmo, seria só aquele copo e nada mais. A música tocava incentivando algumas pessoas entrarem no ritmo das notas e melodias, os olhos azuis do capitão observava cada um ali que chegava e se entrosava na roda de amigos, permanecendo próximo à mesa bebida, e por ali ficou...




Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Seg Mar 04, 2013 10:29 pm

Baile a Fantasia
Don't stop the party !
And i don't even know what But he's coming for you, yeah he's coming for you All the other kids with the pumped up kicks You better run, better run, outrun my gun All the other kids with the pumped up kicks You better run, better run faster than my bullet


O balanço da música fazia com que nenhum corpo ficasse parado, e que todos ficassem bem próximos. Ele respondeu o comentário sugerindo que estar ali comigo era bom. Não pude conter um sorriso malicioso, que acentuava um brilho intenso em meus olhos. Os olhos acizentados e inbriantes, se mantinham fixos nos meus, enquanto dançavamos divertidos e bem juntos.

Depois de algum tempo, eu já estava cansada de dançar, e o desejava, desejava sentir seu corpo, seu calor novamente. Como se pudesse ouvir meus pensamentos, segurou firmemente em minhas mãos, e indicou que o seguisse. Passamos por um e por outro na multidão, até que esbarramos com a Bekah e com a cópia dele. Trocaram um olhar misterioso, como em algum tipo de código. Minha irmã estava pendurada no pescoço do rapaz, quando eu disse em tom de brincadeira:

- Se deu bem hein maninha !

Saímos entre risos dali para um local agradavelmente mais silencioso, onde nos ouvíamos melhor a voz um do outro. Era um canto mais afastado do salão. Não pude conter um sorriso constrangido quando ele parou e me olhou fixamente, com um meio sorriso malicioso. Eu definitivamente odiava aquela fantasia. Os olhos azuis, encarnados no vilão que eu mais temi. Ele sorriu, como se notasse realmente o que eu estava pensado. Disse para eu não me importar com a maquiagem. Sim, agora com toda a certeza que eu poderia ter, eu odiava aquela fantasia.

Antes que eu pudesse responder, ele me beijou. Em um movimento rápido, me puxou para o aconchego de seus braços, e Investiu no beijo, todo o desejo e a vontade contidos e reprimidos na dança. Um beijo quente, onde um explorava o outro, um tocava o outro. Eu não saberia dizer quanto tempo ficamos ali. Alguns selinhos foram suficientes para afastar nossos lábios. Apoiei meu corpo em seu peito e não contive o tom da brincadeira.

- Você não poderia ser sempre assim ? Por que tem que ser tão implicante ?

Eu ri, sem me preocupar muito com o que ele acharia. Volta e meia eu me perdia nos olhos azuis cativantes. O ato de morder os lábios era involuntário, e quando o fiz, o beijei novamente. Nos contemplávamos com avidez, e desejo. O encaixe, a intensidade, era tudo de um sincronismo ímpar, quando um aluno me chamou a atenção falando em voz alta e fazendo uma declaração que eu particularmente achei exagerada, a namorada. Me virei de costas para Lohan, e encaixei seus braços em volta de mim, para prestar a atenção no que ele estava falando. Não pude conter um comentário desacreditado:

- Me diz que eu ouvi errado e ele não chamou ela de tchutchuca ...

Mas infelizmente meus ouvidos não me enganaram. Eu o conhecia, e pior, conhecia a garota. Era minha prima, Ariella, que estava tão vermelha quanto um tomate. Depois que ele acabou a exibição de amor pública, me voltei para Lohan e disse ainda abraçada a ele:

- Se um dia você gostar de mim, por mais que me ame, nunca se atreva a fazer uma coisa dessas. Eu sei que não é o caso .. mas é só um aviso.

Por mais que a ameaça fosse séria, meu tom de brincadeira descontraiu o momento. Era bom estar ali, me sentir segura e aconchegada nos braços daquele cara que até uns dias atrás eu nem sabia que existia.

...

Estar com ele havia sido muito bom, por sabe-se lá quanto tempo. Olhei para ele e disse:

- Está tarde, preciso ir. Estou bem cansada ...

O baile havia se estendido em demasia para o meu gosto. Dei um último beijo de despedida nele, e enfrentei o mar de pessoas, para cruzar a porta para fora dali.


Thanks Tess

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Ter Mar 05, 2013 9:32 am

Realmente, foi uma ótima ideia aceitar o convite de Lola, estava me divertindo como eu não fazia há anos. Ela fica confusa quanto ao seu salto que fora esquecido, e eu sorrio com a cena. Logo eu arriscava alguns passos que aprendera ainda na escola. - Ah, nada de novo... a Ordem está bem tranquila esses dias, tirando algumas "brigas" que tem entre os membros, já que todos sao de personalidade forte, e cá entre nós, eu sou sempre o primeiro a irritar alguém. Fora isso está tudo bem. - digo dando um sorriso. Embora os membros fossem pessoas sérias e experientes, isso não nos proibia de termos nosso momento de descontração. - Sim sim, me lembra muito aqueles tempos... que nostalgia não é? Todos antes éramos juntos e baderneiros, hoje em dia nem nos vemos mais... e sim, essa música me lembra do dia que comi uma planta amarga, daí fiquei com alucinações, pensei que todos estavam pegando fogo e sai como um louco gritando e jogando todos no lago inclusive você! Eu estava ouvindo essa música quando comi aquilo... nunca descobri que foi o diabrete que me mandou aquilo. - digo rindo e me lembrando da cena, os tapas que levei dela valeram a pena, eu nunca havia rido tanto. Ela se aproxima mais de mim para me ouvir, pois o som da música estava alto, aproveito e seguro seus braços, dando um rodopio fazendo ela se assustar um pouco e rio. Esperava que ainda houvesse outras festas como essa. Seguras e onde eu poderia me soltar, sem ter que ficar olhando para os lados para adivinhar de onde viria o primeiro Avada. Apesar de ter uma rotina cansativa, ela ainda detinha traços joviais, eu também não queria que ela perdesse sua energia nisso, iria ser triste. - Mas me diga, e como está sua família e o casamento?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Ter Mar 05, 2013 1:58 pm



New Year, New Life
It's the moment of truth and the moment to lie
The moment to live and the moment to die
The moment to fight, the moment to fight!



O homem andava lentamente pelos corredores do castelo, a capa vermelha arrastava ao chão, e contrastava com o o azul escuro de sua fantasia. A poucos metros do salão, ele resolveu então se exibir, manipulando o ar a sua volta ele começou a levitar, aos poucos ate que já voava. Por onde passava deixava uma rajada de vento e uma levantava partículas de poeira.

No momento em que entrou no salão sua atenção foi atraída, um aluno do primeiro ano, estava sem cima de uma das mesas e dizia algumas palavras de extrema indelicadeza na visão de Henry, ate que o mesmo apontou para uma jovem, que Henry logo percebeu ser sua filha, o bruxo então desceu ao chão e escutou o discurso do menino, quando o mesmo acabou. Henry começou a andar ate Ariella, batia palmas.

Cada passo que dava mais atenção atraia para si, ate que Ariella o viu, seu rosto estava fechado passando um ar de poucos amigos. Já as palmas eram notoriamente irônicas. Olhou para o aluno, enquanto fazia um movimento negativo com a cabeça. Então o menino desceu e seguiu ate eles, sem reparar em Henry o garoto a beijou, Henry deu dois tapinhas no ombro do mesmo.

Tira suas mãos de minha filha imediatamente. - Fora um pedido educado, mais Ariella saberia que de educação ali não havia nem um pingo se quer. - Quero os dois em minha sala assim, que este baile acabar e antes de saírem por ai se beijando, fiquem a no mínimo um metro de distancia um do outro, ou serão terrivelmente castigados. - Deu o aviso.

Ficou ali esperando ate que o garoto saísse de perto dele e de sua filha. Neste momento ficou se perguntando por onde estaria Susan, desde o dia em que haviam dormido juntos, Henry não a vira. A estranha relação que estavam tendo não poderia ser uma das mais exemplares, mas era o que Henry precisava por hora.


Escutando: -
notes:
Fantasia:

thanks, baby doll @ EDVTF

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Convidado em Ter Mar 05, 2013 3:07 pm


Baile de Inverno

Desde a que Henry saíra da casa de Susan, eles não haviam mais se visto. A mulher levou aquilo numa boa, e decidiu que não ia mais pensar no assunto. Já haviam se passado alguns dias, quando ela recebeu a coruja avisando sobre o baile em Hogwarts. Seria uma oportunidade interessante de conhecer melhor os alunos e novos colegas de trabalho. Saiu, sem a menor inspiração, e comprou um vestido parecido com o que havia visto num clássico infantil dos trouxas.

Já em Hogwarts, andava pelos corredores conferindo os últimos detalhes de seu trabalho. O vestido com aparência humilde, fazia contraste apenas com os lábios vermelhos e pouca maquiagem nos olhos. Cruzou as portas do salão com sua fantasia de gata borralheira, uma de suas personagens trouxas mais odiadas, e seguiu no meio da multidão. Ouviu a voz um pouco mais elevada de um aluno, que fazia uma declaração exagerada para a namoradinha, coisa típica de adolescentes. Seguiu o som da voz e viu a menina em questão, era Ariella, filha de Henry. O queixo de Susan caiu. A multidão havia se afastado um pouco, dando destaque ao jovem casal. Susan olhou em volta, e vários outros casais estavam juntos em um dos cantos.

Ao leventar o olhar, na direção dos apaixonados, seus olhos se arregalaram ao ver a expressão conhecida e cisuda do homem que estava divinamente fantasiado. Ela sabia que aquilo não terminaria bem. Ele colocou o garoto a uma certa distância de Ariella, e Susan conteve um sorriso com o excesso de zelo. Como se o homem fosse muito santo com os namoros dele...

Ela não havia percebido, mas estava na frente dele. Quando ele levantou a cabeça, o olhar dos dois acabou se encontrando sem querer. Agindo naturalmente, ela o cumprimentou discretamente com a cabeça e virou as costas, se afastando no meio da multidão.




Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas - Baile de Inverno

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum